Paraná pede ajuda ao Ministério da Saúde para combater dengue e chikungunya

2 min. leitura
Como Medida preventiva para evitar epidemia de Dengue, agentes da Secretaria Estadual de Saúde, aplicam inseticida para o combate do mosquito Aedes Aegypti, no Jardim Paulista, em Maringá. Maringá, 29-03-19. Foto: Arnaldo Alves / ANPr.
Ofício da Sesa solicita ao Ministério da Saúde insumos para combate à dengue e chikungunya Foto: Arnaldo Alves / ANPr. Foto: Arnaldo Alves/Arquivo AEN

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa) enviou um ofício para o Ministério da Saúde solicitando ajuda emergencial para combater as arboviroses, especialmente a chikungunya, no Estado. O documento requisita insumos como testes sorológicos e inseticida para o fumacê.

De acordo com o ofício, a circulação de dois sorotipos de dengue no Paraná, juntamente com a epidemia de chikungunya no Paraguai e o fluxo intenso de pessoas na fronteira Brasil-Paraguai, tornam a situação epidemiológica ainda mais preocupante. Além disso, o Laboratório Central do Estado está desabastecido de kits para realização de exames sorológicos e há o possível desabastecimento de inseticidas adulticidas para o controle químico vetorial.

O secretário de Estado da Saúde, César Neves, alerta que “os insumos que solicitamos servem para prevenção da dengue, zika vírus e a chikungunya, que neste momento nos preocupa bastante, dada a situação da doença no Paraguai. Contamos com o apoio do governo federal para esse combate, para que possamos frear a disseminação da doença e preservar o maior número de paranaenses do contágio”.

Nesta semana, a Sesa emitiu um alerta para casos de chikungunya após o Ministério da Saúde e Bem-Estar Social do Paraguai confirmar um surto da doença no país. Além disso, a Secretaria recebeu a informação oficial da primeira confirmação de caso autóctone de chikungunya no município de Pato Branco, no Sudoeste do Estado. O último boletim epidemiológico divulgado pela Sesa traz 126 notificações, sete casos confirmados e 73 em investigação.

A Sesa está pedindo ajuda urgente do Ministério da Saúde para combater a dengue e a chikungunya no Paraná e preservar a saúde da população.

Compartilhar
Leave a comment